Prexige pode ser proibido no Brasil

Prexige

Autrália proíbe o uso do medicamento Prexige a manda retirar do mercado.

Prexige (Lumiracoxib) é usado para tratamento da osteoartrose e o tratamento vinha apresentando efeitos colaterais.

Este medicamento é comercializado pela Novartis e pertence ao grupo dos ati-inflamatórios não esteróides.

Foi também recomendado o cancelamento do registro do Lumiracoxib, pela gravidade do efeito secundário, segundo Rohan Hammett, presidente do comitê de especialistas.

A ANVISA está alerta sobre os acontecimentos e se necessários vai proibir a venda também no Brasil.

O Prexige, que é um antiinflamatório inibidor seletivo da enzima Cox-2, pertence ao mesmo grupo do Vioxx (rofecoxibe) e do Bextra (valdecoxibe), respectivamente retirados do mercado em 2004 e 2005 por motivos de segurança. Nestes casos, porém, as ocorrências não estavam relacionadas ao fígado.

Nos Estados unidos o FDA que é a agência de controle das drogas não autorizou a comercialização do prexige.

O medicamento é distribuído atualmente em mais de 50 países, principalmente da União Européia e incluindo o Brasil, mas não foi homologado na Suíça. O laboratório, que tem base na Basiléia, teve um faturamento de US$ 52 milhões pelas vendas do Prexige. E que testes clínicos desenvolvidos com aproximadamente 40 mil pacientes mostraram uma redução significativa em complicações gastrintestinais graves. Ainda segundo a Novartis, o Prexige mostrou ter significativamente menos impacto sofre a pressão sanguínea do que os antiinflamatórios não-esteróides Naproxen e Ibuprofeno.

Por: F.S.Em: 5 de outubro de 2007 | Em Saúde  |
Curta no Facebook:

33 respostas para “Prexige pode ser proibido no Brasil”

  1. Tenho problemas de “ácido úrico” conhecido também como “GÔTA”e quem tem este problema sabe que é uma dor terrível qdo se tem um ataque.Quando o médico me receitou “Pexige 400mg” , já no 1° comprimido senti grande melhora e no decorrer do tatamento percebi um grande benefício. Achei até que estava imuni à ‘GÔTA”,porque mesmo um mês após o tratamento voltei a descuidar da saúde. Tomei muita cerveja e alimentos impróprios e não tive ataques de GÔTA por seis meses.

  2. Desde 2002, adquiri uma hernia de disco na regiao L4 e L5 .
    Tomei todos os medicamentos do mercado, contrax, celebra, vioxx, arcoxia, meloxican, o unico que consegue me tirar da crise de hernia é o Prexige. Em menos de 2 horas já sinto a diferença. Ontem mesmo precisei toma-lo e em uma unica dose já estou otimo .
    Infelizmente so tenho mais um comprimido, espero nao precisar dele. Nao tive nenhum efeito colateral, é claro que tomei após as refeições.

  3. estou fazendo tratamento com Neurologista, ele receitou uma fórmula que contém Meloxicam 4,5 mg combinado com outros inclusive ranitidina.
    Quero saber se em fórmulas com quantidade baixa do meloxicam também é nocivo á saúde, por enquanto tomei um só e não percebi efeito negativo nem positivo.

    Quais as contra indicações para este medicamento ??

  4. Pessoal o que acontece é que no Brasil tá faltando informação e educação sobre o uso de medicamentos. Todo medicamento pode ter um efeito adverso grave sobre nosso organismo se não for usado dentro dos limites prescritos na bula e pelo médico. E também há aquelas pessoas que não vão da certo com o medicamento. Cada organismo tem uma reação. Por isso eu falo tem que haver uma maneira de educar os brasileiros sobre o uso de medicamentos, já que muitos não tem acesso ao medico.

  5. Bom, eu tenho 25 anos, tive alguns problemas de coluna há mais ou menos 1 ano.
    Tomei o Prexige sob prescrição médica.
    No primeiro dia em que tomei a dor aliviou em menos de 2 horas.
    No segundo dia eu já nem sentia as dores.

    Eu acho que cada corpo reage a substância, não é pq em mim funcionou bem que no meu vizinho vai funcionar.

    Comigo foi um santo remédio.

    Hoje estou tomando Arcoxia por uma inflamação na musculatura da mandíbula.

  6. Tive um inicio de bronquite e sinusite com dores no ouvido fortes e constantes e fui ao medico, um pneumologista e alergista e ele, Dr. Tulio Petrussi, medico em Joao Pessoa-PB, me receitou para a dor no ouvido o Prexige 400mg. Quando tomei o primeiro comprimido, uns 5 minutos depois eu achei que fosse morrer. Tive sintomas como taquicardia, o meu corpo foi ficando muito quente, fiquei muito agitada, como se fosse ter um treco. Fiquei apavorada, achando que ia morrer. A sorte é que me deu ansia e vomitei. Nao tomei mais o remedio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *