9 ideias sensacionais de bater um prego sem martelar o dedo

Só quem levou uma martelada no dedo sabe o quanto dói. É de sair pulando para não gritar. Veja os 9 jeitos de bater no prego sem correr o risco de perder a unha, isso mesmo, porque geralmente a batida é sobre a unha e depois aguente mais um tempão até ela cair.

Hoje já tem no mercado máquinas pneumáticas de pregar, só que o cuidado deve ser redobrado. A máquina é potente e com um disparo enterra o prego até o fim. O perigo é acabar encostando na mão ou qualquer parte do corpo, puxou o gatilho, aí é muito mais doido do que levar uma martelada na unha.

Quando que inventaram o prego?

O prego foi inventado na Mesopotâmia aproximadamente a 5.000 anos e eram feitos de madeira pau ferro e logo aparecerem os de metais. Ainda hoje existem pregos de madeira muito usados na fabricação de embarcações pela alta exposição a maresia. Também para aguentar a água salgado são utilizados pregos de alumínio, produtos sintéticos, cobre e latão.

Uma fonte de alto grau de pegar o tétano são os pregos enferrujados. Em obras são locais aonde acontecem muitos acidentes pela quantidade de pregos espalhados e por descuido acaba pisando e furando o pé, como o furo geralmente é muito fundo. A ferrugem com microorganismos ficam alojados dentro do local e o remédio é correr ao hospital para tomar uma vacina anti tetânica.

Conforme o prego que entre no pé, a recomendação é de que, nem remova e deixe para que o médico o faça com cuidado, evitando assim, pegar uma infecção mais grave.

Olha esse martelo que já  vem com um encaixe para ajeitar o prego e só bater, genial

martelando

Uma alicate ajuda muito

Uma chave com apoio e ímã, muito prático

Use um pente, solução barata e no máximo vai tem que comprar outro

Um simples grampo de cabelo pode evitar de achatar o seu dedo

Outro é um grampo de roupa

Olha a destreza destes trabalhadores com as marretas, sincronia perfeita

Com todas estas dicas, agora irá arrebentar os dedos se quiser, uma delas você vai ter os equipamentos em casa e poderá usa-los. É melhor prevenir do que depois ficar de molho em casa esperando uma nova unha nascer.

Por: F.S.Em: 17 de outubro de 2016 | Em Outros  |
Curta no Facebook:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *