Este homem foi Empalhado e exibido na Europa como troféu durante 166 anos

El Negro, como ficou conhecido, foi roubado do seu túmulo tribal na África por um comerciante francês e exibido em vários lugares da europa durante 170 anos. Retrato do período colonialista, só foi “devolvido” no ano 2000.

Em 1831, o francês Jules Verreaux estava presente no enterro de um guerreiro africano. Era no interior da África, ao norte da Cidade do Cabo. No mesmo dia, a noite, ele voltou ao local do túmulo, escavou e roubou o cadáver.

Um tempo depois, em uma exposição em Paris apareceu o corpo humano, empalhado, exposto como um troféu, exatamente como se fazia com animais selvagens.

Se passaram mais de 50 anos e então o corpo empalhado do africano apareceu na Espanha. Dessa vez em uma exposição à margem da Feira Mundial de Barcelona, em 1888. O veterinário Francisco Darder apresentou o homem como “O Botsuano”.

Na ocasião, sua pele foi polida com polimento de sapato, fazendo com que parecesse ainda mais negro.

Retrato do período colonial

Na ocasião das Olimpíadas de Barcelona em 1992, o assunto veio a tona mundialmente. Nomes como do jogador de basquete Magic Johnson e do pastor americano Jesse Jackson apoiaram o pedido do jornal El País para que aquela exposição acabasse para sempre. O ganês Kofi Annan, que foi secretário geral da ONU, chamou a exposição de “repulsiva” e “barbaramente insensível”.

No entanto, a uma parte do povo catalão, “El Negro” já havia se tornado uma espécie de tesouro nacional. Somente em 1997 ele foi retirado de exposição. Três anos depois, aconteceu sua “repatriação”.

Descanso final

Seus restos foram enviados para a Botswana e ficaram expostos para uma última homenagem. Mais de 10 mil pessoas o visitaram. No dia seguinte, 5 de outubro de 2000, ele foi finalmente enterrado no Parque Tsholofelo.

No local, uma placa:

El Negro
Morreu em 1830
Filho da África
Trazido para a Europa morto
Levado de volta a solo africano
Outubro de 2000

Uma autópsia em 1995 descobriu que “El Negro” viveu por cerca de 27 anos. Tinha entre 1,35 e 1,40 de altura e provavelmente morreu de pneumonia.

Por: A.S.Em: 26 de setembro de 2016 | Em Curiosidades  |
Curta no Facebook:

2 respostas para “Este homem foi Empalhado e exibido na Europa como troféu durante 166 anos”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *