Lista dos medicamentos que podem ser comprados sem receita

Saiu a lista da ANVISA com os medicamentos que serão vendidos livremente nas farmácias, sem precisar da receita médica. Até a pouco tempo, praticamente todos os remédios eram comercializados sem nenhum controle.

O motivo do controle foi a constatação de muitos casos de pessoas que acabaram agravando seu estado de saúde por tomar remédio por conta própria, achando que estavam fazendo o correto.

remedios-livres1

Um exemplo claro são os antibióticos que eram vendidos livremente, mas o Ministério da Saúde detectou que certos antibióticos não estavam mais fazendo o mesmo efeito em alguns tratamentos de pacientes, tendo que aplicar um cada vez mais forte. Até mesmo nenhum deles mais conseguir atacar a a doença.

Os estudos mostraram que se você toma frequentemente, por qualquer motivo um antibiótico, com o tempo, este medicamento não vai mais fazer nenhum efeito. Isso porque, o vírus ou bactéria que o antibiótico combatia, acabaram se acostumando e criando uma resistência natural ao remédio. Não só os antibióticos, mas vários outros acabam perdendo o efeito se tomados frequentemente sem nenhum controle.

remedios-livres

Por isso mesmo, que todo medicamento, não só os antibióticos, devem ser tomados só com acompanhamento médico. Evitando assim o consumo descontrolado de medicamentos.

No caso dos antibióticos é muito sério, porque caso fique doente precise de um tratamento urgente, o medicamento não vai fazer efeito e sua doença irá se agravar.

Os medicamentos vendidos sem receita são muitos, mas do mesmo modo, devemos usar só quando temos alguma doença comum, como dor de cabeça, dores musculares ou outro de menor gravidade. A ajuda de um farmacêutico na hora da compra é muito importante.

A ANVISA pela resolução RDC 98/2016 normatizou o que cada fabricante de medicamento deve seguir para poder ser vendido sem a receita médica

  1. Tempo de comercialização
  2. Perfil de segurança
  3. Indicação para tratamento de doenças não graves
  4. Indicação de uso por curto período
  5. Ser manejável pelo paciente
  6. Baixo potencial de risco em situações de mau uso ou abuso
  7. Não apresentar potencial de dependência

Lista dos medicamentos que podem ser comprados sem receita médica divulgado pela ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária

INSTRUÇÃO NORMATIVA – IN No 11, DE 29 DE SETEMBRO DE 2016
Dispõe sobre a lista de medicamentos isentos de prescrição.
A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso das atribuições que lhe conferem o art.15, III e IV aliado ao art. 7º, III e IV, da Lei n.º 9.782, de 26 de janeiro de 1999, o art. 53, VI, §§ 1º e 3º do Regimento Interno aprovado nos termos do Anexo I da Resolução da Diretoria Colegiada – RDC n° 61, de 3 de fevereiro de 2016, em reunião realizada em 20 de setembro de 2016, resolve:
Art. 1º. Fica instituída a lista de medicamentos isentos de prescrição – LMIP nos termos do art. 10 da Resolução da Diretoria Colegiada – RDC N° 98, de 1º de agosto de 2016.
Art. 2º.Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação.
JARBAS BARBOSA DA SILVA JÚNIOR

 

Grupos Terapêuticos

 

Indicações terapêuticas

 

Observações

 

Antiacneicos e tópicos adstringentes Acne, acne vulgar, rosácea, espinhas Restrição: Retinóides

 

Antiácidos, antieméticos, acidez estomacal. azia,  desconforto eupépticos, Enzimas digestivas Acidez estomacal, dor de estômago, dispepsia, enjôo, náusea, vômito, epigastralgia, má digestão, queimação, pirose, esofagite péptica, distensão abdominal, cinetose, hérnia de hiato Restrições: Metoclopramida, bromoprida, mebeverina, Inibidor da bomba de proton.
Antibacterianos tópicos Infecções bacterianas da pele Permitidos: bacitracina e neomicina
Antidiarreicos diarréia, disenteria Restrições: Loperamida infantil, Opiáceos
Antiespasmódicos Cólica, cólica menstrual, dismenoréia, desconforto pré-menstrual, cólica biliar/renal/intestinal Restrição: Mebeverina
Anti-histamínicos anti-seborréicos alergia, coceira, prurido, coriza, rinite alérgica, prurido senil, prurido nasal, prurido ocular alérgico, febre do feno, dermatite atópica, eczemas Caspa, dermatite seborreica, seborréia, oleosidade, urticária, picada de inseto, ardência, ardor, conjuntivite alérgica Restrições: Adrenérgicos, Corticóides (exceto hidrocortisona de uso tópico).
Anti-sépticos orais, Anti-sépticos buco-faríngeos Aftas, dor de garganta, profilaxia das cáries.
Anti-sépticos nasais, fluidificantes nasais, umectantes nasais anti-sépticos nasais, fluidificantes nasais umectantes nasais.
Anti-sépticos oculares Anti-sépticos oculares Restrições: Adrenérgicos, (exceto nafazolina com concentração <0,1%), Corticóides.
Anti-sépticos da pele e mucosas Assaduras, dermatite de fraldas, dermatite de contato, dermatite amoniacal, intertrigo mamário/perianal/ interdigital/ axilar, odores dos pés e axilas.

 

 

Anti-sépticos urinários Disúria, dor/ardor/desconforto para urinar.
Anti-sépticos vaginais tópicos Higiene íntima, desodorizante.
Aminoácidos, Vitaminas, Minerais suplemento vitamínico e/ou mineral pós-cirúrgico/cicatrizante, suplemento vitamínico e/ou mineral como auxiliar nas anemias carenciais suplemento vi-
tamínico e/ou mineral em dietas restritivas e inadequadas, suplemento vitamínico e/ou mineral em doenças crônicas/convalescença, suplemento vitamínico e/ou mineral em idosos, suple-
mento vitamínico e/ou mineral em períodos de crescimento acelerado, suplemento vitamínico e/ou mineral na gestação e aleitamento, suplemento vitamínico e/ou mineral para recém-nascidos, lactentes e crianças em fase de crescimento, suplemento vitamínico e/ou mineral para prevenção do raquitismo, suplemento vitamínico e/ou mineral para a prevenção/tratamento auxiliar na desmineralização óssea pré e pós menopausal, suplemento vitamínico e minerais antioxidantes, suplemento vitamínico e/ou mineral para prevenção de cegueira noturna/xeroftalmia, suplemento vitamínico como auxiliar do sistema imunológico.
Antiinflamatórios lombalgia, mialgia, torcicolo, dor articular, artralgia, Inflamação da garganta, dor muscular, dor na perna, dor varicosa, contusão, hematomas, entorses, tendinites, cotovelo de tenista, lumbago, dor pós-traumática, dor ciática, bursite, distensões, flebites superficiais, inflamações varicosas, quadros dolorosos da coluna vertebral, lesões leves oriundas da prática esportiva Permitidos: Naproxeno, ibuprofeno, cetoprofeno. Tópicos não esteroi-dais.
Antiflebites Dor nas pernas, dor varicosa, sintomas de varizes, dores das pernas relacionadas a varizes, dores após escleroterapia venosa
Antifiséticos, Antiflatulentos, Carminativos Eructação, flatulência, empachamento, estufamento, aerofagia pós-operatória, gases, meteorismo
Antifúngicos, Antimicóticos Micoses de pele, frieira, micoses de unha, pano branco, infecções fúngicas das unhas, onicomicoses, dermatomicoses, pitiríase versicolor, tínea das mãos, tínea dos pés, pé de atleta, tínea do corpo, micose de praia, tínea da virilha,candidíase cutânea, monilíase cutânea, dermatite seborreica, dermatomicoses superficiais, vulvovaginites, dermatiteperianal, balanopostite, candidíase vaginal,candidíase oral. Permitidos: Tópicos
Anti-hemorroidários Sintomas de hemorroidas Permitidos: Tópicos
Antiparasitários orais, Anti-helmínticos Verminoses Permitidos: Mebendazol, Levamizol.
Antiparasitários tópicos, Escabicidas, Ectoparasiticidas Piolhos, sarna, escabiose, carrapatos, pe diculose, lêndea
Antitabágicos Alívio dos sintomas decorrente do abandono do hábito de fumar, alívio dos sintomas da síndrome de abstinência Restrição: Bupropiona
Analgésicos, Antitérmicos, Antipiréticos Dor, dor de dente, dor de cabeça, dor abdominal e pélvica, enxaqueca, sintomas da gripe, sintomas do resfriados, febre, cefaléia, dores reumáticas, nevralgias, lombalgia, mialgia, torcicolo, dor articular, artralgia, inflamação da garganta, dor muscular, contusão, hematomas, entorses, tendinites, cotovelo de tenista, lumbago, dor pós-traumática, dor ciática, bursite, distensões Permitidos: analgésicos (exceto narcóticos)
Ceratolíticos Descamação, esfoliação da pele, calos, verrugas, verruga plantar, verruga vulgar
Cicatrizantes Feridas, escaras, fissuras de pele e mucosas, rachaduras
Colagogos, Coleréticos Distúrbios digestivos, distúrbios hepáticos
Descongestionantes nasais tópicos Congestão nasal, obstrução nasal, nariz entupido Restrições: vasoconstritores
Descongestionantes nasais sistêmicos Congestão nasal, obstrução nasal, nariz entupido Permitido: fenilefrina
Emolientes e lubrificantes cutâneos e de mucosas Hidratante, dermatoses hiperqueratóticas, dermatoses secas, pele seca e áspera, ictiose vulgar, hiperqueratose palmar e plantar, ressecamento da pele, substituto artificial da saliva, saliva artificial para tratamento da xerostomia
Emolientes, lubrificantes e adstringentes oculares Secura nos olhos, falta de lacrimejamento, irritação ocular
Expectorantes, balsâmicos, mucolíticos. Sedativos da tosse Tosse, tosse seca, tosse produtiva, tosse irritativa, tosse com catarro, mucofluidificante
Laxantes, Catárticos Prisão de ventre, obstipação intestinal, constipação intestinal, intestino preso
Rehidratante oral Hidratação oral, reidratação oral
Relaxantes musculares Torcicolo, contratura muscular, dor muscular, lumbago, entorses
Rubefacientes Vermelhidão, rubor
Tônicos orais Estimulante do apetite, astenia

Lembre-se: Mesmo sendo liberado a venda sem receita médica, o correto é sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medicamento. Tomando sem receita e os sintomas não desaparecerem, procure um hospital imediatamente.

Por: F.S.Em: 11 de outubro de 2016 | Em Saúde  | Tags: ,  
Curta no Facebook:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *