Os perigos de tomar corticoide

Cuidado com o corticoide. Medicamentos que contém corticoide em sua fórmula são comuns, mas é preciso ficar atento antes de tomar ou usar como colírio e pomadas. Tem muita gente que é alérgico aos corticoides ou corticosteroide, e nem sabem, além disso, o uso pode trazer consequências graves.

Ao fazer uma consulta e pegar uma receita de remédios, raramente o médico pede para fazer um teste  para descobrir se é alérgico a este ou aquele medicamento ministrado. Por isso mesmo, passei por apuros e pensei que não iria conseguir retornar ao hospital.

Estava com uma dor de garganta muito forte, o médico indicou uma injeção que era eficiente, tomei sem nem questionar, nem imaginava que poderia ter problemas.

Chegando em casa, começou a levantar uns calombos, tipo bolas inchadas no braço, doendo muito, acompanhado de tontura que parecia que ia apagar.

Corri de volta ao hospital, acabei sendo internado imediatamente para tomar uma medicação com acompanhamento médico, que como ótimo profissional já identificou o que estava acontecendo. Isso é alergia ao corticoide e a partir de agora, toda vez que comprar um medicamento, só compre se não conter este produto na fórmula, pois a reação alérgica se não tratada de imediato, pode levar ao óbito. Ainda falou que o rápido atendimento evitou o pior.

A partir daquele dia, fico atento na composição de todo medicamento, se conter corticoide não tomo.

Medicamentos com corticoide podem trazer reações indesejáveis para algumas pessoas

  • Quem apresenta descompensações cardíacas
  • Quem tem doenças psíquicas
  • Pessoas com hipertensão arterial
  • Embolia
  • Úlcera gastroduodenal
  • Tuberculose
  • Deficiências nutritivas

Quem é alérgico e toma, pode ter

  • Afinamento da pele
  • Gastrite
  • Problemas nos dentes
  • Miopia
  • Glaucoma
  • Catarata
  • Osteoporose
  • Insônia
  • Depressão
  • Acne
  • Até diabetes
  • Pode desenvolver síndrome de cushing, aparecendo inchaços, ganho de peso, aparecimento de celulites e estrias, descontrole no apetite, fraqueza e surgimento de pelos no rosto e corpo.

Lembrando pessoas com as doenças acima podem tomar medicamentos com corticoides, mas indicados por profissionais da saúde.

Corticoides mais conhecidos

  • Aerolin
  • Beclometasona
  • Betametasona
  • Deflazacorte
  • Dexametasona
  • Hidrocortisona
  • Metilprednisolona
  • Prednisolona
  • Prednisona
  • Triancinolona

Recomendações do FDA -Food and Drug Administration que é o órgão americano que controla os medicamentos e alimentação

Para aumentar a segurança no uso desses produtos, o FDA fez as seguintes recomendações:
– o uso dos beta-agonistas de longa duração é contraindicado sem o controle adequado da asma, obtido por meio do tratamento de medicamentos como corticoides inalatórios. Assim, as monodrogas só devem ser usadas em combinação com um medicamento indicado para o controle da asma;
– o uso dos beta-agonistas de longa duração só deve ser iniciado como terapia adicional aos pacientes que não conseguem o controle adequado da asma apenas com a utilização de um corticosteroide;
– os beta-agonistas de longa duração devem ser usados por um período curto, devendo ser descontinuados assim que o controle dos sintomas da asma for atingido. Após a interrupção de uso dos beta-agonistas de longa duração, os pacientes devem continuar a utilização dos corticosteroides para que a doença permaneça controlada;
– pacientes pediátricos que necessitem de um medicamento desta classe para um melhor controle da asma devem utilizar um medicamento cuja apresentação seja uma combinação de um corticoide inalatório com um beta-agonista de longa duração, a fim de que se garanta maior segurança e eficácia no uso dos medicamentos.

Corticoide para doença nos olhos

A ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária passou um comunicado no dia 05/06/14 sobre o uso de colírios contendo corticoides ou corticosteroides pelos riscos à visão associados ao uso inadequado dessas substâncias.

Os colírios corticosteroides registrados contêm prednisolona, dexametasona e fluormetalona que são ministrados como anti inflamatórios. O perigo é no uso prolongado que pode aumentar a pressão intraocular, levando a danos no nervo óptico e falhas no campo de visão, formação de catarata e o mais grave causar a perfuração da córnea. O alerta é para que quem estiver em tratamento em estes medicamentos, o médico faça uma acompanhamento frequente medindo a pressão intraocular.

A Farmacovigilância da Agência Nacional de Vigilância Sanitária tomou conhecimento do uso indiscriminado de colírios contendo corticoides e faz um alerta aos profissionais de saúde e à população em geral quanto ao risco do uso inadequado desses produtos.

A bula tem todos estes alertas de riscos, principalmente por uso de longo tempo e o paciente deve questionar o médico sempre que ficar na dúvida. O uso deste medicamento é só com prescrição médica, evitando assim o uso indiscriminado.

A ANVISA alerta para que, qualquer anormalidade sobre o uso destes medicamentos, os profissionais da saúde informem sobre o ocorrido para NOTIVISA no site http://www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm.

A medicação a base de corticoide é eficiente para vários tratamentos, desde que com acompanhamento médico, como

  • Artrite reumatoide
  • Alergias anafiláticas
  • Asma
  • Doença de Addison
  • Doença inflamatória intestinal
  • Doenças de pele (de origem inflamatória ou autoimune)
  • DPOC (Doença pulmonar obstrutiva crônica)
  • Edema cerebral
  • Esclerose múltipla
  • Glomerulonefrites
  • Gota
  • Granulomatose de Wegener
  • Hepatite autoimune
  • Herpes Zoster
  • Leucemia
  • Linfomas
  • Lúpus Eritematoso Sistêmico
  • Miastenia gravis
  • Mieloma múltiplo
  • Paralisia facial de Bell
  • Púrpura trombocitopénica idiopática (PTI)
  • Sarcoidose
  • Vasculites

Atenção: Nunca tome um medicamento sem consultar o médico. As informações aqui publicadas servem apenas de alerta.

O programa Bem Estar da Globo apresentou um programa sobre os corticoides e seus benefícios e efeitos colaterais que são muitos

Consulte sempre um médico antes de tomar um medicamento

Por: F.S.Em: 5 de outubro de 2016 | Em Saúde  | Tags: , ,  
Curta no Facebook:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *