Profissões que mais ganham dinheiro. Você não vai acreditar na primeira

Qual é a profissão que mais ganha dinheiro no Brasil? Pois bem, uma tese econômica sobre os ricos do Brasil trouxe alguns dados bem interessantes que respondem essa e outras perguntas.

O que é ser rico?

Para começar vamos responder outra pergunta:

Quanto você precisa ganhar para estar entre os 10% mais ricos?

Se você pensar em termos absolutos, estar entre os 10% que mais ganham dinheiro no país, significa que você ganha mais que 180 milhões de pessoas.

Você está entre as 20 milhões de pessoas mais ricas do Brasil se você ganhar igual ou mais que…

R$ 2.916

Isso mesmo. Um salário anual por volta de R$ 35 mil reais te coloca por cima da carne seca.

E para estar entre os 5% mais ricos?

A renda necessária é de R$ 70 mil por ano. Numa conta de padaria:

R$ 5.833

E podemos escalar mais essa pirâmide da renda. Se estar entre os 10 milhões mais ricos não tem graça, que tal estar entre os 2 milhões de pessoas mais ricas do Brasil?

A renda anual necessária gira em torno de R$ 230 mil. Mensalmente:

R$ 19.166

No entanto, para fazer parte da super elite brasileira em termos de renda é preciso estar entre os 0,1% mais ricos (200 mil pessoas).

Renda anual estimada em R$ 900 mil. Mensal de:

R$ 75 mil

E aí? Sabendo disso, agora você se acha:


MAIS RICO

MAIS POBRE


Pois é. Pode não parecer, mas quase todo mundo que reclama que é pobre, não chega nem perto disso.

E quanto as Profissões?

E quem é que se encaixa nessas faixas de renda? Pois bem, as profissões da elite. Algumas você já espera, como é o caso do Médico.

Mas a tabela trás algumas surpresas interessantes.

Das 15 profissões que mais ganham dinheiro, 9 são públicas.

Dá para entender porque concurso público faz tanto sucesso por aqui.

Mas nada supera a primeira, que está na frente disparada:

Titular de Cartório

Isso mesmo. E a renda das 9.300 pessoas que se declararam com essa profissão em 2013 chegou a R$ 1.045.000.

Um milhão de reais por ano

Suficiente para colocar esta classe entre os 0,1% mais ricos do Brasil.

É justo? Vocês que avaliem…

Em seguida a lista vem com mais cargos públicos, principalmente ligados a Justiça.

A primeira do setor privado é a profissão de Médico

Essa ajudamos a avaliar: muito justo. Afinal, teve que estudar muito, e a responsabilidade é sem igual.

A lista completa

Abaixo está a lista completa. A fonte é a Receita Federal, com dados do exercício do ano de 2013. Ao lado da renda está o número de pessoas que se declararam ser dessa profissão.

Twitter: @lmonasterio. Reprodução

Esta tabela faz parte da Tese “Os ricos no Brasil, 1926-2013“, do @phgfsouza, de Sociologia, da UnB.

Abaixo o gráfico que mostra quanto é preciso ganhar para estar entre os mais ricos

Twitter: @lmonasterio. Reprodução.

O que achou?

Deixe sua opinião aqui ou compartilhe nas suas redes sociais.

Por: A.S.Em: 13 de setembro de 2016 | Em Economia  |
Curta no Facebook:

4 respostas para “Profissões que mais ganham dinheiro. Você não vai acreditar na primeira”

    • O valor é anual. E é uma média. Então alguns podem ganhar alguns milhões enquanto outros podem ganhar menos de 100 mil. No fim, a média, segundo a Receita Federal, é 400 mil reais anuais.

  1. Discordo na questão de salários e riquezas. Trabalhei como projetista em contratos nas inúmeras empreiteiras no Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador e no Nordeste do Brasil, até 2014, hoje estou aposentado.Os Salários mensais em regime CLT, giravam entre 1500,00 até 6.000,00 para desenhistas, de 5.000,00 à 14.000,00 para projetistas de Grau médio e até 22.000,00 para projetistas de nível superior. Funções de Job Lerader, em nível superior podiam chegar aos 33.000,00 bem como cargos de gerência. Mesmo assim, não podem ser considerados ricos quando comparado aos países desenvolvidos, e acreditem, já estive na Europa, Arábis Saudita, Emirados Árabes, Egito, EEUU e Canadá, ficamos aquém destes com relação à salários vs. patrimônio. Existe uma casta de Magistrados, Desembargadores e políticos com salários de funções acumuladas que esbanjam fortunas sem procedências declaradas, carros importados e detêm patrimônios imobiliários estupidamente elevados para a realidade brasileira. Entretanto, há pessoas muito ricas, donos de indústrias, imóveis, comerciantes, mas que independem de “profissões” propriamente ditas, alguns mal têm o segundo grau completo.

    • Realmente, Gilberto. Este é um assunto totalmente aberto a tais considerações. É importante destacar que a pesquisa tratou dados da Receita Federal (patrimônio declarado) – ou seja, sabemos que nem sempre aqueles que mais tem declaram corretamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *